Ir para o conteúdo

Tenho graduação em História pela Uerj (2004), com mestrado e doutorado em História das Ciências pelo PPGHCS. Desde janeiro de 2015, sou pesquisador do Departamento de Pesquisa em História das Ciências e da Saúde e professor do Programa de Pós Graduação em História das Ciências e da Saúde. Minha produção acadêmica versa por diversos temas que circundam as linhas de pesquisa do programa, como história da saúde pública no século XX, História Ambiental, História das Relações Internacionais, Ensino de História das Ciências, Relações entre saúde e meio ambiente, História do pensamento social brasileiro, História e Imagem, além dos debates envolvendo os grandes projetos de desenvolvimento no Brasil no século XX. Atualmente, me interesso pela história das doenças emergentes e suas relações com agências de desenvolvimento e programas de fomento internacionais.

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. 
Site: https://fiocruz.academia.edu/RomuloAndrade

Linhas de Pesquisa no Programa:
História das Políticas, Instituições e Profissões em Saúde
História das Ciências Biomédicas

Grupos de pesquisa no CNPq:
Água, Saúde e Ambiente na História de Projetos de Desenvolvimento no século XX.
História e Políticas de Saúde.
Intelectuais, ciência e nação.
História das Ciências na Amazônia.

Produção em Destaque:

Andrade, Rômulo de Paula. (2019). Vencidas a distância e floresta!: A Transbrasiliana e a Amazônia desenvolvimentista. Tempo25(2), 363-381. Epub July 15, 2019.https://dx.doi.org/10.1590/tem-1980-542x2019v250204 
http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-77042019000200363&tlng=pt

Andrade, Rômulo de Paula. (2019). “Uma floresta cheia de vírus!” Ciência e desenvolvimento nas fronteiras amazônicas. Revista Brasileira de História39(82), 19-42. Epub December 09, 2019.https://dx.doi.org/10.1590/1806-93472019v39n82-02
http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-01882019000300019&tlng=pt

Andrade, Rômulo de Paula. (2019). SAÚDE, EDUCAÇÃO E AMAZÔNIA NA POLÍTICA DA BOA VIZINHANÇA: A TRAJETÓRIA DE ALAN FISHER NO BRASIL (1942-1945). Revista de História (São Paulo), (178), a06618. Epub December 09, 2019.https://dx.doi.org/10.11606/issn.2316-9141.rh.2019.145869
http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-83092019000100331&lng=en&nrm=iso&tlng=pt

Andrade, Rômulo de Paula. (2015). O pobre solo do celeiro do mundo: desenvolvimento florestal e combate à fome na Amazônia. Estudos Históricos (Rio de Janeiro)28(56), 285-304. https://dx.doi.org/10.1590/S0103-21862015000200004

Foto kaori kodamaPossui graduação em História pela Universidade Federal Fluminense (1997), mestrado em História Social da Cultura pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1999) e doutorado em História Social da Cultura pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (2005).
É pesquisadora da Casa de Oswaldo Cruz e tem trabalhos sobre temas ligados à constituição das ideias de raça e relações com o discurso médico-científico no Brasil, tais como: viajantes no Brasil-Império; epidemia de cólera no Rio de Janeiro no Oitocentos; escravidão e saúde; as relações médico-científicas e a imigração japonesa.
Atualmente seus projetos se vinculam à história de divulgação científica no Brasil oitocentista e na Primeira República, trabalhando com temas da história da imprensa, dos intelectuais mediadores e da circulação do cientificismo.

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.  

Linhas de pesquisa do programa:
História das Ciências Biomédicas

Grupos de pesquisa do CNPq:

1- Escravidão, Raça e Saúde

2 - História da Medicina e da Saúde: espaços institucionais e atores

3 - Imprensa e Circulação de Ideias: o papel dos periódicos nos séculos XIX e XX

Projetos de pesquisa:

1 - Ciência para todos: uma história da vulgarização científica entre os séculos XIX e XX no espaço ibero-americano

2 - O vulgarizador Louis Figuier (1819-1894) na imprensa brasileira: cultura científica, públicos e a circulação de saberes entre Brasil e França.

Produção em destaque:

KODAMA, Kaori. A presença dos vulgarizadores das ciências na imprensa: a Sciencia para o Povo (1881) e seu editor, Felix Ferreira. Tempo [online]. 2019, vol.25, n.1. 

KODAMA, K. Making Science Popular Figuier in the Brazilian Newspapers and Magazines (1850-1870). Varia hist. [online]. 2018, vol.34, n.66, pp.601-636. ISSN 0104-8775. [viewed 17 December 2018]. DOI: 10.1590/0104-87752018000300003. Available from: http://ref.scielo.org/w226fn.

KODAMA, Kaori. A vulgarização  científica nas obras de Louis Figuier e suas traduções no Brasil In: Gomes, Angela de Castro; Hansen, Patricia dos Santos (orgs.). Intelectuais mediadores: práticas culturais e ação política. 1ª ed. Rio de Janeiro:  Civilização Brasileira, 2016.

KODAMA, Kaori. Epidemias e tráfico: os discursos médicos e debates na imprensa sobre a febre amarela (1849-1850). In: Franco, Sebastião Pimentel; Nascimento, Dilene Raimundo; Maciel, Ethel Leonor Noia. (Org.). Uma história brasileira das doenças. 1ed. Belo Horizonte: Fino Traço, 2013, v. 4, p. 35-49.

KODAMA, Kaori; SA, M. R.. Saúde, imigração e circulação de conhecimentos: Japão e Brasil nas relações científicas do período entre-guerrasTerritórios e Fronteiras (Online), v. 6, p. 125-141, 2013. 

 

Possuo graduação em História pela UFF (2004), com mestrado (2007) e doutorado (2012) em História das Ciências e da Saúde pela Casa de Oswaldo Cruz (COC)/ Fiocruz, período de bolsa sanduíche no Centro de Ciencias Humanas y Sociales do Consejo Superior de Investigaciones Cientificas (CCHS - CSIC) de Madri (2011) e pós-doutorado com bolsa PAPD da Faperj, pela Casa de Oswaldo Cruz (COC)/Fiocruz. Sou pesquisadora do Departamento de Pesquisa em História das Ciências e da Saúde (DEPES) da Casa de Oswaldo Cruz/Fiocruz e professora do Programa de Pós-Graduação em História das Ciências e da Saúde (PPGHCS - COC). Minhas áreas de ensino e pesquisa são: história da medicina e da saúde pública no Brasil (século XX), institucionalização das ciências no Brasil (século XX), relações nação-região e pensamento social brasileiro.

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Grupos de pesquisa do CNPq: 
Pensamento social, saúde e territórios urbanos e rurais

Linhas de pesquisa no Programa: 
História das Ciências Biomédicas
História das Políticas, Instituições e Profissionais em Saúde 

Publicações de destaque:

VIEIRA, Tamara Rangel; COE, Agostinho Júnior H. "As relações nação-região e os espaços de fronteira no processo de institucionalização das ciências e da saúde no Brasil". Dossiê na Revista Outros Tempos. São Luiz: UEMA, 2020. 

LIMA, Nísia Trindade ; Rangel Vieira, Tamara . The Sertão and Its Representations. Oxford Research Encyclopedia of Latin American History. 1ed.: Oxford University Press, 2020, v. , p. 1-22.

LIMA, Nísia Trindade ; VIEIRA, Tamara Rangel. Brasília - uma cidade modernista no sertão. In: Fernanda Arêas Peixoto; Adrián Gorelik. (Org.). Cidades sul-americanas como arenas culturais. 1ed.São Paulo: Edições SESC São Paulo, 2019, v. 1, p. 248-263.

VIEIRA, Tamara Rangel; LIMA, Nísia Trindade . Uma vitrine para os médicos do sertão: a Revista Goiana de Medicina e a doença de Chagas em Goiás (1955-1962). REVISTA BRASILEIRA DE HISTÓRIA (IMPRESSO), v. 37, p. 163-186, 2017.

VIEIRA, Tamara Rangel. "A união faz a força": a Associação Médica de Goiás e os desafios da medicina no sertão (1950-1960). In: Sônia Maria de Magalhães; Leicy Francisca da Silva; Roseli Martins Tristão Maciel. (Org.). Histórias de doenças: percepções, conhecimentos e práticas. 1ed.São Paulo: Alameda, 2018, v. 1, p. 363-384.

Foto Andre Felipe

Sou graduado em História pela UERJ (2009) e em Ciências Biológicas – Microbiologia e Imunologia pela UFRJ (2003). Possuo mestrado (2006) e doutorado (2011) em História das Ciências e da Saúde pelo Programa de Pós-Graduação da Casa de Oswaldo Cruz, com tese sobre a trajetória científica de Henrique da Rocha Lima e as relações científicas entre Brasil e Alemanha. Realizei estágio de pós-doutorado no Departamento de História da USP. Sou pesquisador da Casa de Oswaldo Cruz/ Fundação Oswaldo Cruz, professor do Programa de Pós-Graduação em História das Ciências e da Saúde e editor científico da revista História, Ciências, Saúde-Manguinhos. Minhas áreas de pesquisa e ensino são: história das ciências; história transnacional e global; história da medicina tropical; ciências e relações culturais transnacionais no século XX; história das doenças; saúde e meio ambiente. Atualmente dedico-me a pesquisar as relações científicas entre Brasil e Alemanha e a circulação de saberes; expedições científicas ao Brasil no século XX e a relação entre agricultura, doenças e ecologia.

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Grupos de pesquisa no CNPq:
Ciência e medicina na história das relações transnacionais

Linhas de pesquisa no Programa:
História das Ciências Biomédicas
História da Medicina e das Doenças

Produção em Destaque:
SILVA, André Felipe Cândido da; BENCHIMOL, Jaime Larry. Malaria and quinine resistance: the circulation of a medical and scientific issue between Brazil and Germany (1907-1919). Medical History, v. 58, n. 1, p. 1-26, 2014.

SILVA, André Felipe Cândido da. “The Scientist-Diplomat”: Henrique da Rocha Lima and the Germany-Brazil relations (1919-1927). Jahrbuch für Geschichte Lateinamerikas, Köln/ Weimar, Wien, Bd 50, p. 261-, 2013.

SILVA, André Felipe Cândido da. A diplomacia das cátedras: a política cultural externa alemã e o ensino superior paulista – os casos da USP e da Escola Paulista de Medicina. Revista História (São Paulo), v. 32, n. 1, p. 401-431, 2013.

SÁ, Magali Romero; SILVA, André Felipe Cândido da. La Revista Medica de Hamburgo y la Revista Medica Germano-Ibero-Americana: diseminación de la medicina germánica en España y América Latina (1920-1933). Asclepio (Madrid), v. LXII, p. 7-34, 2010.

BENCHIMOL, Jaime Larry & SILVA, André Felipe Cândido da. Ferrovias, doenças e medicina tropical no Brasil da Primeira RepúblicaHistória, Ciências, Saúde - Manguinhos, Rio de Janeiro, v. 15, n. 3, pp. 719-762, 2008.

SILVA, André Felipe Cândido da. A campanha contra a broca-do-café em São Paulo. (The campaign against the coffee berry borer in São Paulo) História, Ciências, Saúde - Manguinhos, Rio de Janeiro, v. 13, n. 4, p. 957-993, 2006.

 

 

É pesquisadora da Casa de Oswaldo Cruz/Fiocruz. Possui graduação em História, mestrado em História Social da Cultura pela PUC-Rio (2000) e doutorado em História das Ciências da Saúde - Casa de Oswaldo Cruz Fiocruz (2005). Seu livro, Entre os salões e o laboratório: Guilherme Guinle, a saúde e a ciência no Rio de Janeiro (1920-1940) - Editora Fiocruz, 2008 - ganhou o prêmio de melhor livro História e Ciências Sociais da Academia Brasileira de Letras (ABL) em 2009. É docente do Programa de Pós-Graduação em História das Ciências e da Saúde da COC/Fiocruz. Tem experiência na área de História, com ênfase em História da Saúde, atuando principalmente nos seguintes temas: Rio de Janeiro, filantropia, assistência, Primeira República e saúde pública.

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Grupos no CNPQ:
História da Assistência à Saúde (líder)
Saúde e Cidade: arquitetura, urbanismo e patrimônio cultural

Linha de pesquisa no programa:
História das Políticas, Instituições e Profissões em Saúde

Projeto de Pesquisa no programa:

Debates sobre a alimentação infantil: medicina e indústria alimentícia (1900-1930).

Descrição: Este projeto dialoga, a partir da perspectiva dos estudos sobre a pobreza, com os campos da história da alimentação e da história das ciências. A alimentação e a fome deixaram, nos últimos anos, de serem assuntos complementares nos livros de História para se transformarem em objetos de estudo. Interessa-nos estudar as relações entre alimentação, sua ausência e seus públicos em diferentes instituições, organizações e perspectivas. Alimentação e saúde é um tema fulcral na assistência à pobreza, que ganha contornos específicos a depender do contexto histórico. Um prato de comida era, muitas vezes, o maior ?remédio? para o indivíduo enfraquecido. Este projeto tem então, por objetivo, estudar a relação que se estabeleceu entre a alimentação, saúde e pobreza no Brasil na Primeira República. Mais especificamente estaremos nos preocupando em perceber quando a oferta de alimento deixou de ser uma preocupação das ações de caridade e filantropia para se tornarem políticas públicas. Outro objetivo deste projeto é estudar a intervenção de médicos, e outros profissionais de saúde, na alimentação da população brasileira, na primeira metade do século XX, e pretende agregar às discussões sobre a história da alimentação, as questões da saúde: o combate à mortalidade infantil, como estratégias de combate à pobreza levadas a cabo por médicos desde o início do século XX.

Produção em destaque:

SANGLARD, GISELE. Assistência na antiga província do Rio de Janeiro: contribuições para o debate acerca de sua organização (1830-1890). Revista de História (UNESP), v. 40, p. 1-28, 2021.

SANGLARD, GISELE. Assistência e pobreza no Brasil: percurso historiográfico. In: Ricardo dos Santos Batista; Christiane Maria Cruz de Souza; Maria Elisa Lemos Nunes da Silva. (Org.). Assistência e pobreza no Brasil: percurso historiográfico. 1aed.São Paulo: Hucitec, 2020, v. , p. 31-62.

FERREIRA, Luiz Otávio (Org.) ; SANGLARD, GISELE (Org.) ; BARRETO, Maria Renilda (Org.) . A interiorização da assistência: um estudo sobre a expansão e a diversificação da assistência à saúde no Brasil (1850-1945). 1. ed. Belo Horizonte: Fino Traço Editora Ltda., 2019. 374p.

SANGLARD, Gisele. Amamentação e políticas para a infância no Brasil a atuação de Fernandes Figueira, 1902-1928. 1. ed. Rio de Janeiro: Editora Fiocruz, 2016. v. 1. 328p.

SANGLARD, Gisele. Filantropia e política pública: Fernandes Figueira e a assistência à infância no Rio de Janeiro na Primeira República. In: Luiz Otavio Ferreira; Gisele Sanglard; Maria Renilda Nery Barreto; Maria Martha de Luna Freire; Tania Salgado Pimenta. (Org.). Filantropos da Nação: sociedade, saúde e assistência no Brasil e em Portugal. 1 ed. Rio de Janeiro: Ed. FGV/FAPERJ, 2015, p. 133-148.

SANGLARD, Gisele; FERREIRA, Luiz Otávio. Pobreza e filantropia: Fernandes Figueira e a assistência à infância no Rio de Janeiro (1900-1920). Estudos Históricos (Rio de Janeiro), v. 23, p. 71-91-91, 2014.

SANGLARD, Gisele. Fernandes Figueira: ciência e infância - Rio de Janeiro, 1900-1928. Intellèctus (UERJ. Online), v. 2, p. 79-102, 2014.

SANGLARD, Gisele. Laços de sociabilidade, filantropia e o Hospital do Câncer do Rio de Janeiro. História, Ciências, Saúde-Manguinhos, v. 17, p. 127-147, 2010.

SANGLARD, Gisele. Entre os salões e o laboratório: Guilherme Guinle, a saúde e a ciência no Rio de Janeiro, 1920-1940. 1ª ed. Rio de Janeiro: Editora Fiocruz, 2008.  303p.

SANGLARD, Gisele; ROSA, Renato Gama. Direções e traçados da Assistência Hospitalar no Rio de Janeiro (1923-1931). História, Ciências, Saúde-Manguinhos, Rio de Janeiro, v. 11, n.1, p. 107-141, 2004.

SANGLARD, Gisele. De Nova Friburgo a Fribourg através das letras: a colonização suíça vista pelos próprios imigrantes. História, Ciências, Saúde-Manguinhos, Rio de Janeiro, v. 10, n.1, p. 173-202, 2003.

Docentes

        Foto do(a) Dominichi Miranda de Sá

Dominichi Miranda de Sá
Doutora em História

Veja todo corpo docente

Próxima defesa

Próxima defesa: 28/09/2022 às 09:30hs

DISSERTAÇÃO: “Biotipologia Criminal no Rio de Janeiro da Era Vargas: Leonídio Ribeiro, Waldemar Berardinelli e os “Inimigos Biológicos” (1930-1945)”

Bernardo Mariz Felberg

Encontro às Quintas

De acordo com Jurandir Malerba, a “síntese histórica está em baixa no templo do culto historiográfico”, desde que o veto à síntese chegou dos Estados Unidos ao Brasil no começo dos anos 2010, com “atraso protocolar de duas ou três décadas”.

Contato

map

Centro de Documentação e História da Saúde (CDHS) - sala 307                                                                 
Fundação Oswaldo Cruz - Av. Brasil, 4365, Manguinhos - Rio de janeiro. CEP 21040-900
Tel.: (+ 55 21) 3865-2286 / 3865-2287 / 3865-2288
Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Matrícula e inscrição em disciplinas 2022

Calendário acadêmico 2022

Conheça o programa

Eventos

          BLOG "CORPOS QUE FALAM"

8º Seminário Fluminense de Pós-Graduandos em História

 

 

 

 

 

 

 
 

  

Todo o conteúdo do Portal COC pode ser copiado, distribuído, exibido e reproduzido livremente, para fins não comerciais, desde que seja citada a fonte. A utilização para fins comerciais está sujeita a uma licença da COC/Fiocruz